1. Ir para o conteúdo
  2. Ir para o menu
Viver e conviver
1 de outubro de 2015

ONU alerta sobre a importância da inclusão de idosos no ambiente urbano

Compartilhar
Até 4 de outubro, São Paulo sedia a 1ª Virada da Maturidade. Criado para comemorar o Dia Internacional do Idoso, o evento oferece diversas atividades gratuitas, em vários bairros da capital

Hoje, 1º de outubro, é o Dia Internacional do Idoso e a celebração, que completa 25 anos de existência, merece total atenção. Isso porque, antes de mais nada, é preciso lembrar que todos os seres vivos envelhecem e, atualmente, na melhor das hipóteses, os humanos costumam passar dos 60 anos de idade.

No Brasil, o total de residentes do com 60 anos ou mais, segundo o Censo Demográfico 2010, já superava a marca dos 20,5 milhões, na ocasião, o que representava 10,8% da população, aproximadamente – no ano 2000, este percentual não chegava a 8,5%. Hoje, a estimativa é que o país reúna pouco mais de 24 milhões de idosos, o que significa 11,75% dos quase 205 milhões de habitantes.

Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) apontam que, em 2050, uma em cada cinco pessoas dos países em desenvolvimento terão mais de 60 anos. Ou seja, o mundo todo precisa se planejar, cada vez mais, para atender a essa população, promovendo segurança, oportunidades de autonomia e boa qualidade de vida.

Alinhada ao direcionamento da ONU, a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), chama a atenção para a “sustentabilidade e inclusão da pessoa idosa no ambiente urbano”. Segundo João Bastos Freire Neto, presidente da entidade, o ambiente urbano sustentável e inclusivo deve permitir segurança, acessibilidade e oportunidades. Mas, infelizmente, apesar do crescimento populacional significativo, isso ainda não é realidade na maior parte do Brasil. “É preciso propiciar condições para que o idoso continue participativo na comunidade, sem se tornar prisioneiro no meio em que vive, e tenha oportunidade para continuar ativo, da maneira que preferir”, completa.

Embora, a exemplo do Estatuto do Idoso, o país conte com políticas públicas voltadas à população com mais de 60 anos, é preciso colocá-las em prática. De acordo com Maria Angélica Sanchez, presidente do Departamento de Gerontologia, já é hora de o Brasil despertar para a nova realidade demográfica. “Se ficarmos pensando apenas no que vai acontecer em 2030 ou 2050, vamos nos deparar com um cenário caótico. Ou seja, precisamos nos adequar a esta realidade, o quanto antes”, ressalta.

1ª Virada da MaturidadeVirada da Maturidade SP- Dia do Idoso 2015

Para apresentar a produtividade das pessoas idosas, até o dia 4 de outubro está sendo realizada a 1ª Virada da Maturidade. Aberto ao público, o evento é totalmente gratuito e conta com a participação de artistas, pensadores, poetas e atletas, entre outros talentos com mais de 60 anos.

Confira a programação completa na agenda de atividades da 1ª Virada da Maturidade, programe-se e participe!
#dica

comentários comente

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *