1. Ir para o conteúdo
  2. Ir para o menu
Na Mídia
29 de maio de 2013

Brasileira com paralisia cerebral ganha bolsa de estudo na Thomas Jefferson School of Law (EUA)

Compartilhar
Estudante da Faculdade de Direito Damásio de Jesus, Nathalia Blagevitch Fernandez, é indicada pela Comissão de Relações Internacionais da OAB-SP para curso intensivo de introdução ao sistema jurídico norte-americano

Rede Saci | 29|5|2013

Rede Saci - Leep

Realizar sonhos e conquistas como qualquer jovem sempre foram ambições da jovem paulistana Nathalia Blagevitch Fernandez, estudante de direito da Faculdade de Direito Damásio de Jesus que agora, em julho de 2013, dará início a mais um desafio.

Aos 22 anos, ela acaba de conquistar uma bolsa de estudo para cursar o Legal Education Exchange Program (Leep) – Fundamentals of U.S. Legal System, em San Diego (CA –EUA). O curso, que acontecerá em de julho de 2013, é fruto de uma parceria firmada entre a renomada Thomas Jefferson School of Law (TJSL) e a Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo (CAASP), entidade da Ordem dos Advogados do Brasil do Estado de São Paulo (OAB-SP) que mantém acordos com empresas e organizações, em benefício do atendimento à classe paulista.

Nathalia nasceu com paralisia cerebral (hemiplegia), o que limita a mobilidade da parte direita do seu corpo, incluindo dificuldades para andar, escrever e manipular objetos. Com isso, superar obstáculos já faz parte da rotina desta jovem, desde sempre. De acordo com Nathalia, não foram poucas as vezes que ela ouviu alguns dizerem frases nada animadoras, como: “vai ser difícil você passar no vestibular, pois nem consegue segurar um compasso”.

Mas, diante de diversas manifestações nada motivadoras da sociedade em várias fases da vida, Nathalia ganhou cada vez mais força para realizar sonhos. Conclui todo o ensino fundamental com maestria, prestou vestibular e ingressou na sonhada faculdade de Direito, sempre ignorando os incautos comentários que atrelavam a mobilidade reduzida à carreira profissional.

Em 2012, Nathalia foi uma das primeiras estudantes brasileiras com deficiência a ir sozinha para um intercâmbio de idioma – ela fez um curso de inglês em Las Vegas (NV – EUA), onde morou por 45 dias e pôde sentir os prazeres e desafios de viver longe da família. “Ali tive a certeza de que sou capaz de dominar o mundo”, lembra.

Garota vai pra Califórnia

Segundo George Niaradi, presidente da Comissão de Relações Internacionais da OAB-SP, Nathalia é a primeira aluna com esse tipo de deficiência a participar do curso por meio do convênio com a TJSL. Embora o acordo ofereça um desconto de 25% aos estudantes e profissionais inscritos na Ordem, Nathalia é a primeira a conquistar uma bolsa integral para o LEEP.

Niaradi, que também é professor de Direito Internacional na Damásio, conta que a estudante foi indicada à bolsa por demonstrar extremo interesse, dedicação e destaque nesta área jurídica, além de ter a necessária proficiência em inglês para acompanhar um curso internacional dessa categoria. Ele explica que, além do excelente currículo, a TJSL é uma faculdade totalmente inclusiva, a favor da diversidade, e conta com um moderno campus que oferece total acessibilidade – quesito fundamental para que alunos com deficiência possam circular e acompanhar todas aulas e atividades.

Realizado duas vezes por ano (em janeiro e julho), o Legal Education Exchange Program (Leep) – Fundamentals of U.S. Legal System da TJSL é intensivo. Dessa forma, o curso proporciona aos alunos uma verdadeira imersão ao sistema jurídico norte-americano, incluindo aulas de legislação e linguagem técnica específica, além de visitas a fóruns, palestras e até encontros com juízes e promotores.

O programa surgiu após o reitor da TJSL visitar algumas instituições jurídicas no Brasil. Hoje, a faculdade americana já mantém convênios com associações oficiais de classe dos advogados nos Estados de São Paulo, Distrito Federal, Pará e Maranhão. E, com isso, facilita o intercâmbio entre advogados, legisladores e juristas, além de professores, gestores públicos e magistrados – fator que ajuda a enriquecer os diálogos acadêmico e profissional no âmbito internacional.

“Nosso o objetivo é proporcionar uma verdadeira imersão no Direito Internacional dos Estados Unidos, em aulas ministradas pelo melhores professores e profissionais de direito da Califórnia”, afirma Carla McEwen, coordenadora pedagógica e diretora do Leep na TJSL.

Ela conta que os alunos têm a oportunidade de conhecer a estrutura da linguagem jurídica prática usada nos Estados Unidos, aprendendo como se corresponder e redigir petições, apelações etc., incluindo diversas atividades práticas. “O curso é dinâmico, intensivo, bastante focado na prática e ainda habilita o aluno a prestar o Exame da California Bar Association – entidade estadual que corresponde à OAB”, completa Carla. Segundo ela, em menos de três anos, o Leep já levou mais de 100 advogados brasileiros à TJSL, facilitando o ingresso profissional ao sistema jurídico norte-americano.

Mara Gabrilli: experiência e inspiração

Além de estudar, Nathalia também já integrou a equipe do gabinete de Mara Gabrilli – deputada federal que tem como meta a implementação e a ampliação de leis que promovam a acessibilidade no País. “O estágio no gabinete de Mara me faz enxergar que posso ajudar a construir um Brasil mais igual.”, revela a estudante.

Segundo Nathalia, a ideia não para por aí, pois ela pretende, assim que concluir a faculdade de Direito, se especializar nas áreas Internacional e de Direitos Humanos, e conhecer a sede da Organização das Nações Unidas (ONU). Além disso, Nathalia é a personagem principal de um livro que está sendo produzido pelo jornalista e escritor Rogério Godinho. “Quero fazer a diferença e contribuir para a construção de um Brasil mais acessível e assertivo”, finaliza.

Thomas Jefferson School of Law

A Thomas Jefferson School of Law – TJSL (www.tjsl.edu) foi fundada em 1969, em San Diego (Califórnia), como um campus da Western University College of Law. A instituição evoluiu e, atualmente, se destaca entre as mais modernas faculdades de direito dos EUA – acreditada pela American Bar Association – ABA (www.americanbar.org) desde meados de 2001 e reconhecida por estudantes americanos e de diversas partes do mundo.

Totalmente focada nas diversas esferas do Direito, a TJSL oferece programas de graduação, pós-graduação e MBA, além de cursos livres de extensão universitária – com destaque nas áreas de propriedade intelectual, direito internacional e digital, entre outras. Por dois anos consecutivos (2007 e 2008), o programa de redação jurídica da instituição foi classificado entre os 30 melhores dos Estados Unidos.

No início de 2011, com total compromisso com a diversidade e acessibilidade, a TJSL inugurou um moderno campus, provido dos mais avançados recursos arquitetônicos e tecnológicos, perto dos principais pontos que movimentam a comunidade jurídica da região, em downtown East Village.

Dotada de um corpo docente de primeira linha, a TJSL conta com quatro Centros de Excelência Acadêmica, focados em estudos Jurídicos Globais, Direito e Propriedade Intelectual, Direito e Justiça Social e Direito e Política Esportiva.

Fonte: Rede Saci

comentários comente

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *